Este blog está licenciado sob os termos do Creative Commons. Clique no ícone para maiores informações. Creative Commons License

terça-feira, 6 de julho de 2010

Energia nuclear, ainda um bicho-papão

A energia nuclear tem muitos atrativos, num mundo cada vez mais consciente dos altos preços do petróleo e da mudança do clima. Mas como ela funciona?

Essencialmente, é um processo bastante simples. A fissão nuclear esquenta água, que gera vapor. O vapor movimenta turbinas conectadas a um gerador, que por sua vez produz energia elétrica.
A fissão nuclear é a divisão de átomos, num processo se produz muita energia em forma de calor. As coisas ficam complexas quando chegam aos controles e aos recursos necessários para manter segura reação à fissão.
Uma das maiores vantagens da energia atômica é que ela produz uma emissão muito baixa de carbono. Outra é que apenas uma usina pode gerar uma quantidade muito grande de eletricidade, com custos baixos e com uma vida muito longa. Ainda, o combustível parece ser abundante, embora a questão seja muito debatida.
Um dos temas de debate é como retirar urânio da terra. Sua mineração destrói ambientes e urânio e outras substâncias radioativas são liberadas no processo. Ele requer grandes volumes de água, e água dos tanques de resíduo podem penetrar no lenço freático. De acordo com a Union of Concerned Scientists, para cada três unidades de energia térmica gerada pelo núcleo de um reator, duas unidades de calor desperdiçado vazam para o ambiente. Uma usina nuclear usa mais água que uma planta similar a carvão.
A questão do lixo nuclear também é importante, porque ela agetará gerações por milhares de anos. Além de um pequeno incidente poder afetar uma área muito grande, o lixo pode ser usado para a produção das chamadas bombas sujas. E teme-se que a produção de energia nuclear possa ser um disfarce para a produção de armas, diz o Green Living Tips

Fonte: Planeta Sustentável http://planetasustentavel.abril.com.br/blog/planetaurgente/pros-contras-248762_post.shtml

1 comentários:

Cristhian Brezolin disse...

http://www.youtube.com/watch?v=wWXcj_4SHUI

Postar um comentário

Paisagens do mundo